São João Del Rei

 

CIRCUITO TRILHA DOS INCONFIDENTES    

 

Trem Maria Fumaça em São João del-Rei

BREVE HISTÓRICO:  

O povoamento começou no final do século XVII com o bandeirante Tomé Portes del Rei, que, com permissão real, deu inicio à atividade de travessia do Rio das Mortes. O local ficou conhecido com o nome de Porto Real da Passagem. Esse rio era uma das inúmeras dificuldades enfrentadas pelos bandeirantes nas árduas viagens. Foram vários os que se afogaram ao tentar sua travessia.

Para o historiador Diogo de Vasconcelos, o responsável pela primeira descoberta de ouro no local foi o bandeirante João de Siqueira Afonso, por volta do ano de 1702, mudando, então, os rumos do lugar. De ponto de apoio passa a ser um promissor  local de mineração.

Iluminação natalina da Igreja de São Francisco de Assis, São João del-Rei Em 1708, aconteceu o primeiro conflito armado na região das minas e que ficou conhecido como Guerra dos Emboabas. A cobiça pelo ouro começava a fazer suas primeiras vítimas. A guerra, que começou em Sabará, foi se alastrando até chegar em São João, onde aconteceu um dos mais famosos episódios dessa guerra – o Capão da Traição -, onde os paulistas foram traiçoeiramente dizimados pelos Emboabas.

Em 1713, o governador, Dom Brás Baltazar da Silveira, elevou o arraial à categoria de Vila com título de São João del Rei em homenagem a D.João V, rei de Portugal. O ouro era farto e a vila prosperou, tornando-se uma das principais da Capitania das Minas.

Por estar localizada em uma região muito fértil, o Campo das Vertentes, São João del Rei, após a decadência da exploração aurífera, teve sua economia refeita com a atividade agrícola, tornando-se o celeiro de Minas.
No ano de 1838, foi elevada à categoria de cidade. Ainda durante o século XIX, a cidade participou dos movimentos Sedição Militar de Ouro Preto e Revolução Liberal de 1842 . Quase ao final do século, o grande acontecimento foi a visita de D. Pedro II à cidade, quando inaugurou, em 1881, uma estação da Estrada de Ferro Oeste de Minas.

 

Resumo do Percurso
Origem: Belo Horizonte (MG)
Destino: São João del Rei (MG)
Distância percorrida: 181
Combustível necessário: 18.14 Litros
Custo de combustível:: R$ 39.91
Custo de pedágio: R$ 0
Número de pedágios: 0


Percurso passo-a-passo

Belo Horizonte  
0 Km BR-356
11 Km BR-040 - Juscelino Kubitschek
11 Km Nova Lima - MG  
38 Km Itabirito - MG  
59 Km Ouro Preto - MG  
69 Km Congonhas - MG  
84 Km Ac. P/ Rod BR-383
84 Km BR-383
96 Km São Brás do Suaçuí - MG  
108 Km Entre Rios de Minas - MG  
129 Km Lagoa Dourada - MG  
140 Km Tiradentes - MG  
181 Km São João del Rei  

 

Legenda do Percurso:
Origem Chegada Pedágio Pista simples Em obras de duplicação

Balsa Terra Rodovia em mau estado Pista dupla Em obras de
pavimentação

 

Hoje, São João del Rei orgulha-se da sua tradição musical, seja pela linguagem dos sinos, seja pela música erudita tocada pelas duas orquestras setecentistas: a Ribeiro Bastos ou a Lira Sanjoanense. A cidade também possui a Sociedade de Concertos Sinfônicos e o Conservatório Estadual de Música. Desse amor pela música, talvez, é que São João possua um dos melhores e mais tradicionais carnavais das terras mineiras. Nos últimos anos, o Festival de Inverno de São João também dá peso ao seu calendário de eventos. Nele, torna-se visível a sensibilidade artística de seu povo e de muitos outros artistas regionais e nacionais que dele participam.

Além de sua importância econômica e artística, a cidade teve filhos de grande destaque na história de Minas: Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes , D. Bárbara Heliodora Guilhermina da Silveira e Dr. Tancredo de Almeida Neves. 

Fonte: Portal descubraminas

ATRATIVOS NATURAIS:

Serra de São José
Gruta Casa de Pedra: Rodovia São João Del Rei / Tiradentes
Distância ao Centro: 11 Km
Como Chegar: Saindo da praça São Francisco, seguir rua Balbino da Cunha, praça dos Expedicionários, avenida Oito de Dezembro, trevo para Barbacena e BR-265. Possui placa indicativa da gruta. É asfaltado até o local.

Minas de Ouro Presidente Tancredo neves: Rua Silvério Carazza 
Como Chegar: De carro: saindo da praça São Francisco, seguir rua Padre José Maria Xavier, ponte do Rosário, praça Embaixador Gastão da Cunha, rua Getúlio Vargas, rua Arthur Bernardes, rua Marechal Deodoro, rua Sebastião Sette, Seguir placa indicativa.

Serra do Lenheiro: Geologicamente, a Serra do Lenheiro é a continuação da serra de São José e pode ser observada a oeste e a noroeste de São João del Rei. Com altitude máxima de 1.218 metros, ela é uma formação cuja origem remonta a 1,6 bilhões de anos. Esta serra forneceu ouro e era o local onde estavam as principais minas, lenha e pedras que serviram para construir igrejas e pontes da cidade.
“A Serra do Lenheiro e a cidade de São João Del Rei formam uma especial unidade cultural, arquitetônica e ambiental” (Vertentes Ecoturismo).  “Atenção para um paredão de 8 m no decorrer do trajeto, com fendas e saliências propícias para subida. O local é indicado para observação geológica de ondas fósseis”. (Turismo Ecológico Minas Gerais) Mas são vários os pontos que fazem dessa serra um interessante atrativo.

ATRATIVOS HISTÓRICOS / CULTURAIS:

Maria Fumaça: 12 km em 35’ pela Serra de São José, margeando o Rio das Mortes. O passeio completo (ida e volta) custa aproximadamente R$16,00. Crianças de 06 a 10 anos pagam metade. Av. Hermílio Alves 366. Tel: 3371-8485. 6º a dom 10 e 15hs; retorno às 13 ou 17hs. Horários diferenciados durante o período de férias escolares.

Biblioteca Municipal Batista Caetano D'Almeida: Área: Praça Frei Orlando n°90 
Como Chegar: Está localizada na praça principal.

Catedral Basílica de N.S. do Pilar: é a única na cidade que tem altares com talhas douradas. Rua Getúlio Vargas – tel: 3371-2528. 2ª a 8h/10:30, 17h/20h. 3ª e 5ª 8h/10h30, 13h/20h. 6º 13h/20h. Sab. e dom 08h/10h30 e 17h/20h.

Igreja N.Sra. do Carmo: Apresenta características de várias fases do barroco. Lg do Carmo – 3371-7996. 2ª a sab 7h/12h, 16h/19h, dom 07h/11h, 17h/19h.
Tapete Semana Santa,Igreja São Francisco de Assis, São João del-Rei Igreja São Francisco de Assis: Em frente há um jardim com palmeiras imperiais. Portada esculpida em pedra sabão. O tumulo do ex presidente Tancredo Neves fica no cemitério nos fundos. Pç. Frei Orlando, 07 - tel: 3372-3110. 2ª à sab. 08h/17h30. dom 9h/16h.

Igreja N.Sra. das Mercês: A primeira capela data de 1751.Pça. Barão de Itambé

Igreja do Rosário: Largo do Rosário ou Praça Embaixador Gastão da Cunha - Centro
Como Chegar: Saindo da praça São Francisco, seguir rua Padre José Maria Xavier, ponte do Rosário, praça Embaixador Bastão da Cunha ou largo do Rosário.

Capela do Sr. do Bonfim: Morro da Forca

Capela de Nossa Senhora da Piedade: Praça Embaixador Gastão da Cunha ou Largo do Rosário
Bairro: Centro
Como Chegar: Saindo da praça São Francisco, seguir rua Padre José Maria Xavier, Ponte do Rosário e praça Embaixador Gastão da Cunha ou Largo do Rosário.

Capela de Nossa senhora das Dores: Centro
Como Chegar: Saindo da Praça de São Francisco virar à direita, seguir até a praça dos Expedicionários.

Capela de Santo Antônio de Pádua: R. Santo Antônio.

Capelas de Passos: São João Del Rei possui cinco capelas de Passos. São elas:
Passo da Entrada de Jerusalém - Praça Embaixador Gastão da Cunha ou Largo do Rosário.
Passo 'Simão Cirineu Ajuda a Carregar a Cruz' - Rua Getúlio Vargas, antiga Rua Duque de Caxias. 
Passo “Cristo com Cruz às Costas” – Rua Padre José Maria Xavier, ou Rua da Prata.
Passo “do Encontro” - Praça Barão de Itambé.
Passo “da Verônica” - Praça Paulo Teixeira.

Museu Ferroviário: Av. Hermilio Alves, 366 – 3ª a domingo. Funcionamento: 9 as 11h e das 13h às 17h - Tel.3371.8485 

Museu de Arte Sacra: Pça. Embaixador Gastão da Cunha, 8 - Tel.  3371.4742 - Memorial Tancredo Neves - R. Padre José Maria Xavier, 7 - Tel. 3371.7836 , 6a de 13:00 às 18:00 , sab. Domingo e feriados de 9:00 às 17:00. 4/6º, 13 às 18hs (jul, jan, fev); fecha 2º feira.

Museu de Arte Regional: Pça. Marechal Deodoro, 12 – Tel. 3371-7663 - 3a. a dom das 12h às 17h30m

Museu do Estanho John Somers: Av. Leite de Castro n°1150 - Tel. 3371.8000 aberto de 3a. a domingo de 12h às 17h

Casa de Bárbara Heliodora: Pça. Frei Orlando n°90

Chafariz da Legalidade: Praça dos Expedicionários
Como Chegar: Saindo da praça São Francisco, seguir rua Comendador Balbino da Cunha e praça dos Expedicionários.

Museu dos Ex-Combatentes: Av. Hermílio Alves – 3a a Dom das 12h às 17h.

Museu Regional: R. Marechal Deodoro, 12 Lg. Tamandaré. Tel: 3371.7663. R$1,00 3ª/6ª 12h/17h30, sab/dom 8h/13h.

Memorial Tancredo Neves: R. Pe. José Maria Xavier, 07. tel: 3371.7836 R$2,00. 6ª 13h/18h, sab/dom 9h/17h; jan/fev/jul 4ª13h/18h, sab/dom 9h/17h.

Memorial Cardeal Dom Lucas Moreira Neves: Rua Getúlio Vargas n°52 –                                              Site: www.memorialdomlucas.org.br
Horário de funcionamento: terça a sexta: de 13h às 17h / sábados, domingos, feriados e dias santo: de 9 às 13h.

Teatro Municipal: Av. Hermílio Alves, 170 – Tel: 3379.2955 / 3704 Visitas guiadas pela manhã.

Solar da Baronesa de Itaverava: Pça Dr. Augusto de Chagas Viegas, 17. Tel: 3379.2500 8h/12h 14h/20h.
Solar dos Neves: Residência do ex presidente Tancredo Neves entre 1957 e 1985. Visitação externa. Pç Bem. Gastão da Cunha, 98.

Conjunto Arquitetônico e Paisagístico da Rua Santo Antônio: Prefeitura - Paço Municipal e Cadeia - R. Ministro Gabriel Passos.

Instituto Histórico e Geográfico: Rua Santa Teresa n°12 – Centro                  http://www.pdturismo.ufsj.edu.br/cadastro/ihg.shtml

 

Follow us on Twitter